22.10.07

A Reforma Radical

No fim deste mês, dia 31, comemoramos 490 anos da Reforma Protestante. Vamos falar um pouco de um grupo reformador cujas idéias foram extremamente radicais.

Dispostos a promover uma reforma dentro da própria Reforma, os reformadores radicais exigiam que se levasse às últimas conseqüências os princípios que haviam dado origem à mudança no cenário religioso do século XVI. Buscando restaurar o cristianismo à sua pureza apostólica — quando não procuravam antecipar a comunidade escatológica —, estes reformadores não possuíam necessariamente uma uniformidade doutrinária, pois além de discordar das opiniões do protestantismo clássico (leia-se principalmente Lutero), discordavam intensamente entre si.

As influências recebidas pelos reformadores radicais foram as idéias humanistas — Erasmo sobretudo —, o misticismo alemão, o milenarismo, o caráter anticlerical bem como o infuso espiritualismo dos inúmeros movimentos religiosos populares da Idade Média, e o acesso às Escrituras no idioma vernáculo. Todos estes elementos formam o pano de fundo ideológico do mundo dentro do qual a reforma protestante radical surgiu. Lutero também foi decisivo para fomentar o movimento, já que abriu caminho para uma compreensão criativa da relação entre Espírito, Igreja e indivíduo. Seu pensamento dava expressão ao caráter profético, carismático, pneumático, místico e pessoal da prática cristã.

No entanto, muitos reformadores radicais se mostraram insatisfeitos com a recusa de Lutero em dissociar experiência interna de fé — ação do Espírito — da mediação externa e visível pela qual ela alcança o fiel — pregação e sacramentos. Temiam que o papa protestante fosse a letra. Para eles, a fé não poderia se aprisionar ao passado, mas se transformar pelo sopro renovador do Espírito. Afinal, o Espírito Santo era interpretado como superior a qualquer registro histórico de suas próprias ações. A Bíblia ou a tradição chegaram a ser consideradas por eles, numa perspectiva extrema, dispensáveis se não comprovassem a experiência religiosa.

Embora esse radicalismo não possa ser aplicado à maioria dos reformadores radicais, os anabatistas, talvez o grupo mais expressivo dos protestantes radicais, se caracterizam por: liberdade em matéria de fé, pluralismo no plano da unidade eclesial ampla, compreensão dos colóquios de reconciliação como uma das notas eclesiais essenciais, rejeição do batismo infantil e representação do martírio como integração — promovida pelo Espírito — dos discípulos no caminho da cruz de Cristo. As principais características do movimento ainda incluem aspectos que não o divergem tanto do protestantismo clássico, mas que o corrigem, como a separação entre Igreja e Estado, os repetidos apelos em prol da liberdade religiosa e da tolerância, e os veementes protestos contra a identificação acrítica da fé cristã com o conformismo sócio-religioso.

Marcadores: , ,

5 Comentário(s):

  • At 23 de outubro de 2007 22:44, Blogger Alysson Amorim said…

    Meu dileto Amigo,

    Minhas paradas por aqui são sempre recompensadoras. Nada sabia sobre reformadores radicais. Anabatistas? Seriam nossos pais?

    Sinta-se abraçado.

     
  • At 23 de outubro de 2007 23:17, Anonymous Edson Marques said…

    Felipe,


    essa Reforma mudou, mesmo, o rumo do mundo!

    Vou fixar aquele post, por tua sugestão.


    Abraços, flores, estrelas..

     
  • At 24 de outubro de 2007 11:48, Blogger Pablo Ramada said…

    Quem são os reformadores de nossos dias, ou não precisa mais?

     
  • At 29 de outubro de 2007 12:18, Blogger Marlene Maravilha said…

    Amei ler sobre o tema desta maneira. Importante! Outro dia fui visitar o Castelo de Waterburg, aonde Lutero traduziu o Novo Testamento e apresentou a Reforma, refugiando-se e ficando confinado neste castelo.
    Sempre aprendo mais, de alguma maneira, quando venho aqui.
    beijo enorme e uma linda semana!

     
  • At 6 de outubro de 2009 21:47, Anonymous keila sabrina said…

    só tenho a agradecer felipe...faço o 4º periodo de Ciências da Religião na UNIMONTES-MG e preciso apresentar um trabalho relacionado a reforma radical e seu conhecimento será de grande valia para que eu possa apresentá-lo bem.
    muito obrigada!!!!!
    deixo aqui meu e-mail caso queira entrar em contato comigo: sabrinabruxinha2006@yahoo.com.br

     

Postar um comentário

<< Home