18.2.08

A vida contagia

A vida em abundância prometida por Jesus é contagiante. Ela não se contenta em ficar num espaço de quatro paredes da instituição A ou B. Ela é para todos e todas, independentemente de seu credo. Ora, se o próprio homem pobre de Nazaré não criou nenhuma religião, nenhuma igreja, sua vida alcança qualquer pessoa que se identifique com a mesma paixão de seus seguidores, aquela mesma paixão que fez alguns homens e mulheres deixarem tudo para dar pão a quem tem fome, dar água a quem tem sede, dar abrigo ao desabrigado, dar roupas aos que não têm o que vestir, visitar os doentes e os presidiários.

Marcadores:

5 Comentário(s):

  • At 19 de fevereiro de 2008 05:10, Blogger Roger said…

    Temos aqui nesse seu texto as pistas importantes para reencontá-lo novamente, pois afinal Jesus foi embora
    Abraços,
    Roger

     
  • At 20 de fevereiro de 2008 11:44, Blogger Júlio Diniz said…

    Olá, Felipe

    A impressão (triste) que tenho da pragmática do cristianismo - e baseado na minha experiência com ele - é de que MAIS VALE UMA AÇÃO PECAMINOSA DE UM cristão DO QUE A BOA OBRA DE UM PAGÃO, pois o mesmo cristianismo que preconiza a máxima anti-maquiavélica de que os fins não justificam os meios, é capaz de viver de maneira contrária a esse princípio quando se trata de interesses que lhe dizem respeito apenas.

    Um grande abraço.

     
  • At 21 de fevereiro de 2008 17:39, Anonymous Edson Marques said…

    Felipe,


    Você, talvez muito mais do que eu (especialmente por ser "um jovem pastor"), deve saber como é difícil escrever (ou falar) para um público tão diverso como geralmente acontece.

    Ao próprio Jesus, após o Sermão da Montanha, (se bem me lembro), não Lhe restaram apenas doze?!

    E quando o assunto é polêmico, então...

    Saiba que respeito muito, por tudo que você parece ser. E é.

    Abraços, flores, estrelas..

    Não sei bem por quê, mas me deu vontade de ter ver pregando num templo.

     
  • At 22 de fevereiro de 2008 18:23, Blogger Edemir Antunes Filho said…

    Este seu parecer me instiga a entoar o célebre hino: "Viver e não ter a vergonha de ser feliz. Cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz."

    Graça, paz e bem!

     
  • At 22 de fevereiro de 2008 20:33, Blogger Alysson Amorim said…

    Vinho sobejando em todas as taças! Que seja essa nossa canção.

    "Não há nada melhor para o homem do que comer e beber, e fazer com que sua alma goze do bem do seu trabalho. Também vi que isto vem da mão de Deus." Ec. 2:24

    Abração!

     

Postar um comentário

<< Home