20.9.07

A língua

Certos elementos são determinantes nas relações sociais. Um deles é a língua, que é o centro da comunicação, possuindo uma dinâmica que move as civilizações, as sociedades, as tribos, as pessoas, enfim, as relações humanas.

A língua vem antes da comunicação e, por isso, carrega uma série de fatores, que se constituem como um conjunto de atitudes e sentimentos dos falantes. Estes fatores têm a ver com o ambiente cultural no qual cada pessoa está inserida. Dados como faixa etária, sexo, região e grau de escolaridade abrem um horizonte para se detectar os traços lingüísticos em uma dimensão concreta.

Existe um certo preconceito sobre a forma de falar do presidente Lula. Embora há quem diga que esse seu jeito não passe de um esforço maquiavélico para vender a imagem de alguém que fala uma língua mais popular para continuar ganhando o prestígio das massas, o atual homem mais importante do Brasil é fruto de um ambiente sociolingüístico, moldado por uma maneira de se falar bem diferente daquela que ensina o professor Pasquale. Julgar o presidente apenas pela forma que ele utiliza o português no seu discurso é corroborar a tese de que aquele pequeno órgão dentro de nossa boca possui um capital cultural muito alto. Afinal, quer presunção maior do que falar melhor que o presidente?

Em seu quinto ano de governo, dizem as “más línguas”, o líder da República já deveria ter aprendido uma língua de presidente — norma culta, é claro — ao invés de insistir em “falar errado”. No entanto, definitivamente, depois de Lula, língua nesta terra de novelas nem sempre vai ter a ver com a posição social que uma pessoa ocupa, pois o presidente não quer a língua de seu status. Prefere, antes, manter seu comportamento a partir dos ditames ou costumes assimilados na sua história de vida, em âmbito social, educacional e cultural.

Marcadores: ,

13 Comentário(s):

  • At 20 de setembro de 2007 22:11, Blogger Pablo Ramada said…

    Ele passou a vida toda sem se preocupar com isso, por que deveria agora? Duvido.

     
  • At 24 de setembro de 2007 16:05, Blogger Janete Cardoso said…

    Como diz um artista que gosto, "Errado é quem fala correto e não vive o que diz..."
    O Líder da República, não faz nem uma coisa, nem outra!
    Beijos, querido!
    Saudade daquele dia no shopping!

     
  • At 25 de setembro de 2007 21:06, Anonymous Edson Marques said…

    Felipe,

    Viva a Língua portuguesa no céu da nossa boca!



    Estava tudo maravilhosamente bem.
    O blog MUDE é o mais visitado do weblogger:
    Quase 300.000 acessos; cerca de 400 visitas por dia.
    Ou seja, tudo perfeito para continuar assim.
    Acontece que é preciso mudar...
    Aliás, eu proponho que toda relação deve acabar no Pico.
    Então resolvi levar meus corações para uma nova geografia.
    Mudei.

    Na verdade, um breve salto profundo.

    E agora estou escrevendo no www.mude.blogspot.com

    Quando puder, venha dançar no arco-íris da casa nova.

    Abraços, flores, estrelas..
    .

     
  • At 25 de setembro de 2007 23:13, Blogger Alysson Amorim said…

    A opressão começa na língua. É um critério bastante eficaz para hierarquizar. Quando no topo da hierarquia um sujeito conjuga os verbos como a base da pirâmide. Ah, quando tal anomalia acontece é hora de uma palavra difícil e estrangeira surgir no discurso, sempre bem camuflada, é claro: impeachment.

    Abração, meu camarada.

     
  • At 26 de setembro de 2007 14:05, Blogger Janete Cardoso said…

    rsrs Adorei isso!

     
  • At 26 de setembro de 2007 20:12, Blogger Felipe Fanuel said…

    Alysson,
    Não pegue tão pesado assim com o homem!

     
  • At 26 de setembro de 2007 20:53, Blogger Gilson said…

    Não quero desprezar a tua opinião, mas no fundo ela foi preconceituosa.

    Quantos Pastores tu conhece que falam coisa com coisa e as pessoas falam que ele é uma benção?

    Pois é!

    Na verdade o Lula poderia estar falando melhor realmente contudo, ele como um hábil articulador usa-se deste tipo de discurso para agradar as massas que acabam se identificando com aquele discurso e com aquele sujeito que veio daquele lugar onde eles estão e hoje é presidente da republica.

    O Lula é burro? Digo-te que não.

    Tu conhece o Foro de São Paulo?
    Ele é um dos lideres desta organização implementada por Fidel Castro na América Latina com o intuito de implementar o Socialismo
    na mesma. Veja o que ocorre na Venezulela, Bolivia e até mesmo no Brasil com o debate sobre a descriminalização do aborto e o referendo sobre o desarmamento, bandeiras notoriamente esquerdista.

    O Socialismo Sovietico está morto? Não ainda continua muito ativo só saiu do papel mais ainda vive.

    O Socialismo é bom? Não

    O populismo do Lula é bom? Não

    Olhei o teu perfil do orkut e deparei-me com alguns filmes com Olga e Diário de Motocicleta. Filme de cunho esquerdista que manipulam a população a pensar que o marxismo é legal. Tente ver o Documentário "O Velho" que retrata a vida de Luiz Carlos Preste, ele mesmo aparece dando depoimento sobre seus Feitos. E vc verá que o filme Olga não passa de uma novela ficticia e que aquele romantismo não existiu.

    Lei isto:

    Empulhação monstruosa
    por Heitor De Paola em 01 de setembro de 2007

    Resumo: A imprensa brasileira toda, sem exceção – as raras exceções ficam por conta de alguns articulistas esparsos – transformou-se num imenso právda nacional. Os intelectuais “orgânicos” foram tão bem sucedidos aqui que conseguiram cumprir à risca uma das recomendações de Gramsci: não tomem quartéis, tomem redações de jornal.

    http://www.midiasemmascara.com.br/artigo.php?sid=6018
    Cole no navegador.

    Te digo isto, e com está palavras que por muitas vezes parecerão asperas, mas é a realidade.

    Eu ja fui marxista:


    Nasci num lar protestante depois aos 13 anos me desviei, com 15 esqueci de Deus(me tornei ateu). Nesta mesma época me aproximei do maxismo, antes dos 18 tinha lido O Capital, Ideologia Alemã e o Manifesto.

    Aos 21 anos percebi que esta Ideologia não era coerente e então esqueci-a. Contudo ainda percebo que ela ainda está na minha vida como uma alma penada.

    Aos 23 anos dia 17/12/2006 Deus, o Nosso pai soberano agiu na mina vida como eu jamais imaginara.

    "A falsa ciência gera ateus; a verdadeira ciência leva os homens a se curvar diante de Deus.";
    -Voltaire

    E é isto o que eu faço desde este dia, tento entender o que aconteceu mais na minha racionalidade, fico sem respostas.

    Convertir-me numa Igreja Evangelica, porém hoje estou pensando em ir frequentar a igreja catolica.

    Falou!

     
  • At 26 de setembro de 2007 20:56, Blogger Gilson said…

    Quero uma igreja que tenha base em estudos bíblicos que tenha pastores que realmente saibam do que estão falando. Que falem o evangelho usando a bíblia com base em estudos feitos por teólogos e outros estudiosos, que a palavra deles se apóiem nisso.

    E também busco uma igreja que não seja pentencostal, pq vejo que há um espetáculo do espírito em falar em linguas. Leia I CO 14.
    Que tenham o dom de anunciar o evangelho e não somente de falar em línguas.

    Sabia que já me disseram que eu não fui batizado no espírito santo dia 17/12/2006 só pq eu não falei em línguas. Esquecem-se que a minha vida passou por uma transformação repentina e que só tenho acreditado em Deus e deixado meu ateísmo de lado por causa desse dia, e Deus ágio na minha vida de forma silenciosa.

    Falar em línguas é bom o problemas é a exaltação dessa pratica na igreja e principalmente no pupito.

     
  • At 26 de setembro de 2007 20:58, Blogger Alysson Amorim said…

    Camarada,

    Acho que não me fiz entender.

    Longe de pegar pesado com o homem. Ele conjuga os verbos como a base da pirâmide. Que seja!

    Peguei pesado com os golspistas do PSDB e dos DEMOcratas, que não se cansam de propor impeachment, sedentos que estão por sentar novamente no trono.

    Quanto ao Lula, aguardo ansiosamente o fim do seu mandato e já preparo as bandeiras pra campanha da Heloísa em 2010. Esteja certo que as alianças do PT serão mais que espúrias.

     
  • At 26 de setembro de 2007 22:09, Blogger Raphael Rap said…

    Creio que esse culto a ignorancia no nosso país é puro reflexo de um coronelismo moderno...

     
  • At 26 de setembro de 2007 23:11, Blogger Felipe Fanuel said…

    Caro Gilson,

    Agradeço por sua visita e pela disposição em compartilhar tantas informações. Obrigado também pela confiança em narrar parte tão importante de sua história de vida.

    Aprecio o seu cuidado em corrigir os possíveis equívocos que a leitura deste texto poderia levar. Devo dizer, no entanto, que vc é o primeiro a entender assim desta maneira (é só ler os outros comentários). Além disso, quem está acostumado/a a passar aqui já sabe que eu dificilmente seria capaz de tomar um rumo preconceituoso ao tratar de um assunto como esse.

    Não quero me defender. Só peço-lhe que considere bastante a expressão entre aspas "más línguas". Afinal, a sua formação marxista certamente ensinou-lhe a ler muito nas entrelinhas, mas às vezes a gente peca em não ler o que está na cara mesmo. Atrevo-me a dizer que está na cara que eu não quis criticar o Lula por usar a língua do jeito dele.

    Um abraço.

    Seja sempre bem-vindo.

     
  • At 26 de setembro de 2007 23:13, Blogger Felipe Fanuel said…

    Alysson,

    Obrigado pelo esclarecimento!

     
  • At 27 de setembro de 2007 11:19, Blogger Andreia do Flautim said…

    Cada pessoa tem a sua maneira de falar.

     

Postar um comentário

<< Home