23.3.07

Receita de bolo

Reagir a qualquer discurso nem sempre é fácil. Os discursos são feitos de construções ideológicas. São sentidos prontos, feitos com materiais diferentes. Como se fossem bolos. É só colocar os ingredientes que combinam e, no final, descobre-se que tudo dá certo.

Há alguns dias atrás, foi usado pela sua santidade, o papa, um ingrediente, um tipo de farinha chamado “praga”. Ele o combinou com um fermento conhecido como segundo casamento. Resultado: um bolo foi feito, prontinho para ser comido por quem achar palatável. Saboreiem a la vonté: “trata-se de uma verdadeira praga do ambiente social contemporâneo”. Convenhamos, há gosto para tudo.

Vejam. Tem gente que gosta tanto que tenta inventar uma outra receita a partir de uma pronta. Quem diria? Rubem Alves, o herege protestante, concorda com o papa! Ele, no entanto, insere todos os outros tipos de fermentos, a saber, o primeiro, o segundo e o terceiro casamento “pertencem à ordem maldita, caída, praguejada, pós-paraíso”. Opa! Esse bolo é maior, porque tem mais fermento. Não faltarão pessoas para pegarem um pedaço para si, porque, convenhamos novamente, todos têm um gosto.

Vale lembrar, senhoras e senhores, que nossos tímpanos associam a farinha “praga” a maldição, calamidade, flagelo, catástrofe, coisa importuna e por aí vai. Portanto, permitam-me defender o uso desta palavra já que nestes casos acima está associada a casamento. Eu já tentei fazer um bolo sem fermento. É horrível! Bolo só é bolo com fermento. Então, coloquem-no na farinha recomendada pelos entendidos em cozinha. A marca melhor é “praga”. Por favor, não usem outra. Verão que fizeram um bolo do jeito que queriam os inventores da receita. A regra é simples: siga a receita e terá um bolo.

Marcadores: , ,

9 Comentário(s):

  • At 24 de março de 2007 13:37, Blogger elsa nyny said…

    Lindo!!!

    Que bolo delicioso!!!
    Vou tentar confeciona-lo todos os dias!!!

    Beijinhos do coração!!!
    :)

     
  • At 25 de março de 2007 17:47, Blogger Andreia do Flautim said…

    Eu mesmo seguindo a receita, às vezes correm mal...

     
  • At 26 de março de 2007 17:43, Blogger Exemplo AVERA said…

    O Papa é uma figura né, muito engraçadinho...
    (rsrsrs)

     
  • At 26 de março de 2007 17:44, Blogger O Lobo said…

    Essas pragas fazem pessoas felizes muitas vezes...

    Este é um exemplo de como a Igreja cai no ridiculo pela ausencia de compreensão do contexto sócio-cultural do ser humano. Gostava de acreditar que novos dias virão em que o que interessa é que sejamos felizes sem magoar ninguém ams custa a acreditar!

     
  • At 27 de março de 2007 08:59, Blogger Alysson Amorim said…

    Grande Felipe.

    É interessante notar como são tão diversas as posições quanto ao casamento na sociedade contemporânea. Mais interessante só mesmo perceber que ele SEMPRE recebe a pecha (ou a farinha) da praga, seja da Igreja, quando foge aos "padrões da cristandade", seja dos "pós-modernos", quando não se amolda ao relativismo.

    Grande abraço! Uma boa semana, com a graça de Deus.

     
  • At 28 de março de 2007 19:23, Anonymous Edson Marques said…

    Felipe,


    O casamento é o túmulo do amor.

    E o Papa... é o túmulo de tudo!


    Abraços, flores, estrelas..

     
  • At 28 de março de 2007 23:56, Blogger Marlene Maravilha said…

    Eu acredito que ele foi infeliz ao falar uma palavra que soou tão pesado. Acho também que as pessoas levam para o lado que querem, umas exageram e outras ignoram o dito pelo não dito. É necessário ter bom senso ao julgar. E o que a Palavra de Deus fala, nós também sabemos. Válido o texto!
    Que lástima ires embora amanhã de SBC, porque serias meu convidado no Jantar de jovens em Santo André!
    beijos e que Deus te abençoe!

     
  • At 29 de março de 2007 19:08, Anonymous entre linhas said…

    O noso país é constituído por discursos e retóricas,quem sabe se seguindo a tua receita os resultados oderam ser positivos!!!

    Boa semana

    Bjs Zita

     
  • At 29 de março de 2007 20:16, Blogger Felipe Fanuel said…

    A minha saudação às amigas e amigos, Elsa, Andreia, Exemplo (Vladimir ?), O Lobo, Alysson, Edson, Marlene e Zita, por terem aqui postado suas opiniões.

    Por se tratar de um tema que envolve uma polêmica muito pessoal, prefiro que seus comentários falem por si só.

    Recebam elas meus beijos e eles meus abraços. ;-)

     

Postar um comentário

<< Home