24.2.07

Horário de verão

É Brasil.
Hoje meia noite são onze horas, ontem era uma hora.
Aqui adianta relógio para economizar energia. Adianta?

Auroras escuras, crepúsculos claros.
No início é o inferno, no fim é o paraíso.
Dormi pouco ontem, amanhã dormirei muito.

Uma hora, apenas sessenta minutos, pode mudar a vida de um povo.
A TV e o rádio lembram à população de que começou e acabou.
Noite é noite. Dia é dia. Tudo volta ao normal. Chegou a hora do atraso. Atrasa tudo, inclusive a vida!

Difícil mesmo é acostumar e desacostumar.

Marcadores: ,

20 Comentário(s):

  • At 25 de fevereiro de 2007 00:00, Anonymous Edson Marques said…

    Felipe,


    vim te ler de novo.


    Deliciosamente.

    Abraços,

     
  • At 25 de fevereiro de 2007 09:31, Blogger DE PROPOSITO said…

    Por aqui acontece algo idêntico. Em Março os relogios adiantam uma hora. Acho um disparate, mas que fazer.Nunca mecho no meu relógio, agora anda adianatado, qualquer dia está certo. Ou então parto do princípio que os serviços é que alteraram o horário de funcionamento.
    Fica bem.
    Um abraço.
    Manuel

     
  • At 25 de fevereiro de 2007 16:33, Blogger Felipe Fanuel said…

    Oi Edson,
    É sempre um prazer tê-lo aqui!

    Manuel,
    Que interessante ver que tu arranjaste um jeito de não te incomodar com essa mudança no horário. Já houve um tempo em que meu relógio andava meia hora adiantado. hahaha

     
  • At 25 de fevereiro de 2007 16:33, Blogger Alysson Amorim said…

    Chefe,

    Acho que o horário de verão é uma boa oportunidade para testarmos por aqui uma espécie de "desobediência civil".

    Adianta e atrasa hora, atrasa e adianta. No final das contas, é sempre atraso de vida.

    Abs.

     
  • At 25 de fevereiro de 2007 16:43, Blogger Papoila said…

    Ola Felipe, agradeço a tua visita, mto mais as tuas palavras, volta sempre, bjinhos de ternura e amizade,
    Papoila Sonhadora,

     
  • At 25 de fevereiro de 2007 18:04, Blogger Marlene Maravilha said…

    Olá felipe, como estás?
    Bom post. Apareço para deixar o meu abraço. Vai lá no meu, vê o novo colorido!
    Deus te abençoe!

     
  • At 25 de fevereiro de 2007 19:07, Blogger Andreia do Flautim said…

    Pois é, a mim também me custa mudar...

     
  • At 25 de fevereiro de 2007 23:49, Blogger Exemplo AVERA said…

    Só vou sentir falta do por do sol às 19:00 (rsrsr)

     
  • At 26 de fevereiro de 2007 01:10, Blogger Felipe Fanuel said…

    Alysson,
    Acho que realmente não adianta atrasar(hahaha).

    Papoila,
    Brigadinho! ;-)

    Marlene,
    Já passei lá. Obrigado pelo carinho.

    Andreia,
    Fiquei sabendo que vós aí tendes de ficar ajustando relógio tb, né. (aaaaah)

    Exemplo,
    Quer dizer que vc gosta de crepúsculos claros... Tem bom gosto!

     
  • At 26 de fevereiro de 2007 01:22, Blogger Tamara said…

    Reduzir o consumo de energia?

    Como assim?

    Se eu acordo 4 horas da manhã para ir ao trabalho, acendo as mesmas luzes de quando acordo às 5h; na rua, os postes estão com as luzes sempre acesas; no trabalho, acendo luzes (por ainda estar escuro!) que só acenderia ao entardecer; quando volto para casa, estou mais disposta e passo mais tempo no computador, lendo um livro, assistindo filmes, conversando na cozinha com a luz acesa, enfim. Por aí vai, mais pessoas, mais comércios, empresas, fábricas...

    Adianta?

    Claro que não.

    Além disso me causar uma irritação profunda. Durmo menos quando o Horário de Verão entra em vigor e eu a-do-ro dormir (rs)!

    Pena a maioria das pessoas gostarem deste maldito: acostuma e desacostuma.

    B-joletas, tenha uma semana muita bonita.

     
  • At 26 de fevereiro de 2007 01:37, Blogger Felipe Fanuel said…

    Tamara,
    O problema é que os governos concordam que "adianta"... É visível que isso mexe com a nossa vida radicalmente e depois querem dizer que tudo volta ao normal. Acostumar e desacostumar é o nosso castigo por dar crédito a este tipo de política.

    Obrigado pelas b-joletas! Desejo o mesmo para vc. ;-D

     
  • At 26 de fevereiro de 2007 09:06, Blogger Fallen Angel said…

    Não é só Brasil. O ser humano é um animal de hábitos que a sua própria estupidez tende a contrariar, Felipe. Aí como cá.

    Façamos um brinde á hora perdida e á esperança dos neurónios reencontrados!

    E deixo-te um abraço.

     
  • At 26 de fevereiro de 2007 09:13, Blogger Felipe Fanuel said…

    Fallen,
    Salve!

    Bastante precisa esta tua percepção: inventamos hábitos que nem nós mesmos somos capazes de suportar...

    Tim Tim (hahaha)

     
  • At 26 de fevereiro de 2007 18:32, Anonymous Particulasdotempo said…

    O se hmano é um ser d hábitos,não é por qualquer razão que se diz que o Processo da Mntalidade é o mais lento de todos os processos...
    Será mais um espaço a visitar.


    Beijinhos Zita

     
  • At 26 de fevereiro de 2007 18:32, Anonymous Particulasdotempo said…

    O se hmano é um ser d hábitos,não é por qualquer razão que se diz que o Processo da Mntalidade é o mais lento de todos os processos...
    Será mais um espaço a visitar.


    Beijinhos Zita

     
  • At 26 de fevereiro de 2007 18:54, Blogger Dara Martins said…

    Pois é Felipe, é difícil acostumar e desacostumar, mas é a vida!!!

    E vida é para aproveitar, seja ela como for...

    Um beijinho,
    Dara Martins

     
  • At 26 de fevereiro de 2007 19:55, Blogger elsa nyny said…

    Felipe!!!
    Pois, eu também não gosto muito quando muda, mas depois habituamo-nos, como o mundo é interessante, nós caminhamos a passos largos para a Primavera e tua estás caminhandoi para o Outuno!!!
    "auroras escuras e crepusculos claros" que loucura linda!!!

    Beijinhso pa ti!
    :)

     
  • At 26 de fevereiro de 2007 22:02, Blogger Felipe Fanuel said…

    Olá, Zita!

    Talvez sejam os próprios hábitos que nos tornam lentos...

    Bem-vinda!


    Oi, Dara!

    Sim, a vida é para ser aproveitada, vivendo-a intensamente!


    Ei, Elsa!

    Eh! A gente não quer mudar, mas, no final, tudo muda. O verão se torna outono e o inverno se torna primavera... "loucura linda" hehehe

     
  • At 27 de fevereiro de 2007 21:51, Blogger Tamara said…

    Nooooossa, Fanuel, como você vem de longe e toda semana? Uau, que fôlego!

    São mais de 6h, não são?

    Vamos combinar, qualquer dia, um café neste Campo Sem Bernardo. Ooops! Bernardo no Campo (rs).

    .......
    Aaah, o Rogerito é sensacional, um alguém que ainda não conheço à maneira visual. Mas o conheço em cada letrinha escrita por ele (ele me presenteou com 7 de seus livros!). É um encanto de pessoa!

    Cê acredita que o inspirei nas intitulações que ele faz de ROESIAS. Tudo porque não gostava do anterior, que era: HOMENS E RATOS ou RATOS E HOM

     
  • At 27 de fevereiro de 2007 21:54, Blogger Tamara said…

    Faltou:

    Tudo porque não gostava do anterior, que era: HOMENS E RATOS ou RATOS E HOMENS. Nem sei direito, não gostava mesmo (rs).

     

Postar um comentário

<< Home