17.3.07

A preservação do planeta

Não se pode ignorar o fato de que o grande pecado cometido pela humanidade, ao longo de sua história, tem sido preservar a presença maligna do arquétipo de conquista e dominação em relação ao seu próprio planeta. Causando imensos prejuízos à parceria entre criador e criatura, este pensamento impede as pessoas de entenderem que este é um processo suicida.

Infelizmente, com o sistema econômico vigente, o capitalismo, este processo tem sido chancelado em favor da cada vez mais alta produção de dinheiro em detrimento da vida, a característica mais inerente dos habitantes da Terra.

O dever de qualquer religião é zelar pelo bem-viver, mesmo que isso signifique enfrentar os poderes dominantes. Contudo, a igreja tem preferido apoiar os governos e sistemas predatórios a resistir contra as forças que corrompem o princípio de preservar a sua grande casa.

A situação se encontra de tal forma estabelecida que talvez a maior contribuição do ministério cristão fosse protestar contra esta filosofia desumana de governar em prol de um sistema econômico. Deve-se zelar pela atenção holística ao ser humano, não apenas monetária e espiritual, pois, somente assim, se poderá atingir uma mudança macro no sentido de melhorar a relação entre a humanidade e os outros sistemas vivos.

Marcadores:

14 Comentário(s):

  • At 17 de março de 2007 19:16, Blogger DairHilail said…

    passo para te ler...a prevenção do ambiente é pois muito importsnte, pertinente o teu post...eu volto, forte e audaz...porque eu não tenho medo...
    Fica bem!

     
  • At 17 de março de 2007 22:48, Anonymous Edson Marques said…

    Meu aplauso!

     
  • At 18 de março de 2007 13:25, Blogger Alysson Amorim said…

    Felipe,

    Sim. Falta justamente aquela abertura para o outro, e uma abertura tão ampla que este "outro" corresponde também as vindouras gerações - como requer a questão ecológica. Tenho a impressão que só a mensagem de abertura de Cristo pode dar conta disto.

    Abraços.

    Uma semana cheio da graça de Deus.

     
  • At 18 de março de 2007 20:50, Blogger elsa nyny said…

    Olá Felipe!!!

    Sempre atento!!

    Muito bem a questão ambiental é importantissima! E todos nos deveríamos preocupar com ela, pois é o futuro dos nossos filhos, netos.... que está em causa!!!


    beijinhos pa ti!
    :)

     
  • At 19 de março de 2007 16:00, Blogger Felipe Queres said…

    É cara, experimentamos o recorrente momento onde tudo é submetido ao desenvolvimento econômico. Todas as importâncias são inferiores à essa.

    Tenho medo da maioria dos pontos do novo projeto apresentado pelo nosso presidente, o PAC, porque sei que Acelerar o crescimento da forma apresentada por ele é pensar menos na preservação e mais na exploração dos nossos recursos já tão desgastados. Essa política desenvolvimentista tão esperada pelos que lucram com isso, e por aqueles que não sabem que sofrerão no futuro por terem sonhado com um país de 1° mundo, mais do que com a harmonia necessária entre nós e o restante da criação.

    Penso que precisamos desacelerar...

    Demoramos séculos pra começar a 'crescer' economicamente e ainda assim não conseguimos planejar um crescimento sustentável. Vamos, mesmo sem querer, entrar nessa empreitada (dos empreiteiros) nacional, vislumbrando 'a grande honra' de ter o nome do nosso país em alta conta no FMI, no G8 e em outras listas internacionais que trazem os países 'desenvolvidos', mas que pra isso tiveram que abandonar o humano, e substituí-lo pelo capital. O pecado do capital.

    Temos que cuidar da criação, e restituir o que já tiramos, e pra isso precisamos pedir menos e oferecer mais à ela. Mas dificilmente conseguiremos, afinal de contas, O Brasil precisa crescer, assim disse o nosso presidente.

    Obrigado por nos lembrar,

    Felipe

     
  • At 19 de março de 2007 19:27, Blogger Dara Martins said…

    Muito bem, importantissimo este post.

    Beijo!

     
  • At 20 de março de 2007 01:59, Blogger Exemplo AVERA said…

    Fala Felipe!!

    Estamos em sintonia mano
    Eu estava falando disso hoje com meus amigos. Sempre que acontecem momentos X na história, a igreja se esconde ou age com parcialidade.
    O próprio Jesus usou a natureza (as aves do céu e os lírios dos campos) para nos dizer qual a atitude que deveriamos ter contra as ansiedades que o Capitalismo iria trazer.

    Buscar em primeiro lugar o Reinode Deus e sua justiça.
    Reino do qual os céus revelam a glória de Deus. Reino que é revelado pela beleza e perfeição do reino animal e pela riquezas inexploráveis dos oceanos.
    Já dizia o apóstolo Pulo: "Pois desde a criação do mundo os atributos invisiveis de Deus, seu esterno poder e sua natureza divina, tem sido vistas claramente, sendo compreendidas por meio das coisas criadas..."

    Parece que o homem está afim de destruir mais uma testemunha da existência de Deus: A Natureza.

     
  • At 20 de março de 2007 09:46, Blogger Fallen Angel said…

    Felipe, meu amigo, agora parecias o padre António Vieira e o seu Santo António...

    A pregar aos peixes.. ;-)

    Não vivessem eles debaixo de água e talvez ouvissem..

    Forte abraço.

     
  • At 20 de março de 2007 20:58, Anonymous Edson Marques said…

    Voltando para aplaudir de novo!

     
  • At 22 de março de 2007 17:42, Blogger Felipe Fanuel said…

    Obrigado, DairHilail!
    Seja bem-vinda!
    Teus poemas no “Loucuras” são obras primas que eu gosto muito de ler!

    Caro Edson,
    Agradeço-lhe pela sua gentil apreciação do texto.
    Um abraço.

    Grande Alysson!
    É verdade. Estamos cometendo um genocídio dos nossos filhos e netos cada vez que apoiarmos um processo auto-destruidor do nosso planeta... Sim! Cristo é a voz profética encarnada contra as forças demoníacas que ameaçam a existência humana.
    Forte abraço.

    Sim, Elsa!
    Como disse acima, matamos a nossa prole apoiando esse tipo de sistema predador. É bom saber que tens esta preocupação.
    Beijos.

    Caro Queres,
    É prazer tê-lo aqui!
    Concordo plenamente. O Brasil caminha no mesmo movimento suicida que o mundo tende a caminhar. O mais preocupante de tudo é que aqui se encontra o chamado “pulmão do mundo” que, a propósito, tem sofrido não é de hoje com os projetos econômicos predatórios para aquela região. Veja o sofrimento dos índios com isso.
    Abraços, amigo, e obrigado pela visita.

    Dara,
    Obrigado por passares cá.
    Um beijo para ti.

    Exemplo AVERA,
    Cara, a natureza é uma das maiores vítimas de nossas ações irresponsáveis. Somos agentes de um processo muito agressivo contra essa natureza, que, a propósito, é parte de Deus, e, por que não, o próprio Deus. Como sempre, vivemos a matar as divindades, tentando provar para elas que somos mais fortes e mais destruidores.
    Aquele abraço, Vladimir!

    Oh, meu digníssimo amigo Fallen,
    Imensa bondade a tua de comparar-me com alguém tão ilustre como o padre Vieira. Não mereço sequer que meu discurso chegue até os peixes.
    Abração.

    Edson,
    Mais uma vez, obrigado!

     
  • At 22 de março de 2007 23:52, Blogger Papoila said…

    Ola, passei para te visitar, deixo-te um doce e encantado bjinho de preservaçao da Amizade,
    Papoila Sonhadora,

     
  • At 22 de março de 2007 23:58, Blogger Tamara said…

    Desta vez, prefiro pensar micro: é dever de cada serzinho existente, desde a criança até o idoso.

    "Estamos acostumados" a crer que a iniciativa deve partir dos peixes grandes, quando deveríamos ser mais proativos.

    B-joletas, tenha um bom fim de alguma coisa (sexta-eira!).

     
  • At 23 de março de 2007 10:51, Blogger Felipe Fanuel said…

    Olá, Papoila!
    Obrigado pelas tuas lindas palavras.

    Concordo, Tamara!
    É dever de todos nós.

     
  • At 8 de abril de 2008 12:41, Blogger karolina said…

    oiii
    isso eh um poema??

     

Postar um comentário

<< Home